Portal UauáWeb - Notícias em ação!

domingo, 5 de dezembro de 2021

Deputado Afonso Florence, felicita passagem de aniversário do Médico uauaense Dr. Marco Aurélio

 

Foto: reprodução/Deputado Afonso Florence 

O deputado federal Afonso Florence (PT) parabenizou, ontem (04) de dezembro, o médico uauaense Dr. Marco Aurélio em sua passagem de aniversário, o denominando como companheiro. Marco Aurélio tem uma história de lutas sociais, inclusive é militante do PT ( Partido dos Trabalhadores). 


REDAÇÃO: WWW.UAUAWEB.COM.BR

sábado, 4 de dezembro de 2021

Situação de emergência em Uauá e outros três municípios baianos, é reconhecida pelo Ministério do Desenvolvimento Regional

Foto: reprodução/internet

Situação de emergência nos municípios baianos de Iuiú, Nova Soure, Teofilândia e Uauá foi reconhecida pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Com o reconhecimento federal da situação de emergência, os gestores dessas cidades podem solicitar auxílio financeiro ao MDR. Os recursos da Defesa Civil Nacional podem ser empregados de três formas: socorro da população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de infraestruturas danificadas pelo desastre, conforme o MDR. As solicitações de reconhecimento de situação de emergência e de repasse de recursos devem ser feitas pelo Sistema Integrado de Informações sobre Desastres.

FONTE: https://atarde.uol.com.br/portalmunicipios/municipios/noticias/2203026-situacao-de-emergencia-em-quatro-municipios-baianos-e-reconhecida-pelo-ministerio-do-desenvolvimento-regional

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Bahia registra 553 novos casos de Covid-19 e mais 7 óbitos pela doença

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 553 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,04%) e 603 recuperados (+0,05%). O boletim epidemiológico desta sexta-feira (3) também registra 7 óbitos. Dos 1.262.066 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.231.493 já são considerados recuperados, 3.237 encontram-se ativos e 27.336 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.640.152casos descartados e 257.821 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira. Na Bahia, 52.583 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Por conta de uma atualização no sistema de envio de dados da vacinação, apenas 293 dos 417 municípios baianos fizeram o carregamento das informações relativas ao público vacinado. Desta forma, os números apresentados no vacinômetro correspondem apenas ao totalizado por estes municípios, dando a impressão de queda na cobertura vacinal.

Outra mudança ocorrida na consolidação das informações é que a vacina do fabricante Janssen, antes considerada como dose única, passou a ser contabilizada como vacina de duas doses.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas.

Até o dia 21 de novembro, quando tivemos a última atualização com os 417 municípios baianos, 10.952.306 de pessoas tinham sido vacinadas contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose. Esse dado representa 86,02% da população com 12 anos ou mais, estimada em 12.732.254.


Homenagem ao saudoso ex-prefeito de Uauá, Pedro Ribeiro, pelos 23 anos de sua partida

 Foto: reprodução/arquivo pessoal 


Da redação UauáWeb - Hoje sexta-feira (03) de dezembro, completou exatamente vinte e três anos da partida do saudoso ex-prefeito de Uauá Pedro Batista Ribeiro, se estivesse vivo estaria com 70 anos de idade. Registramos como homenagem, nosso reconhecimento a um dos maiores prefeitos da história política de Uauá. Pedro Ribeiro era um homem que sabia orquestrar as mudanças que as vezes pareciam impossíveis no município de Uauá naquele tempo outrora, e que sempre pregava o direito a democracia e a liberdade de expressão a todos os munícipes. E claro um de seus principais sonhos era ver a cidade de Uauá livre, desenvolvida e um povo feliz, onde ficará sempre eternizado na história de Uauá. Saudações eternas a PEDRO RIBEIRO. 


REDAÇÃO: WWW.UAUAWEB.COM.BR

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Atlético-MG vence Bahia e volta a ser campeão brasileiro após 50 anos

Galo vira duelo em 2º tempo eletrizante e abre 11 pontos para Flamengo

 bahia, atlético-mg, brasileiro, série a

Cinquenta anos depois, o torcedor do Atlético-MG pode, enfim, comemorar o título brasileiro. Nesta sexta-feira (2), o Galo derrotou o Bahia por 3 a 2 na Arena Fonte Nova, em Salvador, assegurando o bicampeonato nacional por antecedência. Os cinco gols da noite saíram em um segundo tempo eletrizante, com destaque ao atacante Keno, que balançou as redes duas vezes e decretou a virada do campeão.

O Alvinegro foi a 81 pontos e não tem mais como ser alcançado pelo vice-líder Flamengo, que tem 70 pontos e ainda pode chegar a 79. O Esquadrão de Aço permanece com 40 pontos, abrindo a zona de rebaixamento.

Da primeira conquista (em 1971) para cá, os mineiros bateram cinco vezes na trave na busca pelo bi. Em 1977, 1980 e 1999, o Atlético foi à final do Brasileiro, mas foi superado, respectivamente, por São Paulo (nos pênaltis), Flamengo e Corinthians. Em 2012 e em 2015, já na era dos pontos corridos, o Galo foi vice, na ordem, para o Fluminense e novamente para o Timão. Ídolos históricos como Reinaldo (maior artilheiro do clube, com 255 gols) ou Ronaldinho Gaúcho (principal nome da conquista da Libertadores, em 2013) tentaram, mas não conseguiram tirar o Alvinegro da fila.

A espera acabou sob comando do mesmo treinador que levou o time ao título da Libertadores: Cuca. O Atlético assumiu a ponta do Brasileirão na 15ª rodada, ao derrotar o Juventude por 2 a 1, fora de casa, e de lá não saiu mais. Dono do segundo melhor ataque, com 60 gols, atrás somente do Flamengo (67), o Galo ainda tem a defesa menos vazada da competição, com apenas 27 gols sofridos em 36 jogos disputados.

Como esperado, o Atlético se lançou ao ataque diante do Bahia desde os primeiros minutos. Aos quatro, Keno bateu da entrada da área e obrigou Danilo Fernandes a trabalhar. Aos 17, o atacante soltou a bomba de longe, mas o goleiro novamente salvou. Aos 39 minutos, quando o lateral Matheus Bahia errou o tempo de bola, Nacho Fernández invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado, parando em outra intervenção de Danilo Fernandes. O Tricolor, mais preocupado com a marcação, aventurou-se pouco à frente. Até finalizou tanto quanto os mineiros (cinco), mas sem perigo à meta do goleiro Everson.

O Esquadrão voltou do intervalo com mais disposição ofensiva e equilibrou a partida, saindo na frente. Aos 16 minutos, o zagueiro Luiz Otávio, de cabeça, aproveitou cobrança de escanteio pela direita e marcou. Quatro minutos depois, Matheus Bahia cruzou rasteiro pela esquerda e o atacante Gilberto completou para as redes, ampliando a vantagem.

Os gols acordaram o Atlético, que voltou a marcar pressão e rapidamente conseguiu o empate. Aos 26, Eduardo Sasha foi derrubado por Luiz Otávio na área. O também atacante Hulk bateu e converteu a penalidade. No minuto seguinte, Keno dominou na entrada da área pela esquerda, levou para dentro e finalizou para vencer Danilo Fernandes. Não parou por aí. Aos 32, o meia Nathan achou Keno na meia-lua. O atacante chutou com a bola no ar e mandou no canto do goleiro tricolor, decretando a virada. Desordenado, o Bahia tentou reagir, mas não o suficiente para estragar a festa alvinegra em Salvador.

O Atlético, já como campeão brasileiro de 2021, volta a campo no domingo (5), às 16h, para receber o Red Bull Bragantino no Mineirão, em Belo Horizonte, onde poderá celebrar o título ao lado da torcida. No mesmo dia e horário, o Bahia tentará a reabilitação diante do Fluminense, novamente na Fonte Nova. As partidas valem pela 37ª rodada do Brasileiro.

Edição: Fábio Lisbo

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/esportes/noticia/2021-12/atletico-mg-vence-bahia-e-volta-ser-campeao-brasileiro-apos-50-anos

Messi amplia recorde e ganha 7ª Bola de Ouro da carreira

 

Espanhola Alexia Putellas vence entre as mulheres

O craque argentino Lionel Messi conquistou a sétima Bola de Ouro de melhor jogador do mundo de sua carreira nesta segunda-feira (29), batendo o polonês Robert Lewandowski e o brasileiro naturalizado italiano Jorginho para levantar novamente um dos troféus mais prestigiosos do futebol mundial.

Já o português Cristiano Ronaldo ficou na 6ª posição da premiação promovida pela revista francesa France Football, enquanto Neymar terminou na 16ª posição.

Com o prêmio recebido nesta segunda, Messi chegou ao total de sete, com os de 2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019. Assim o argentino se igualou a Pelé no número de bolas de ouros conquistadas na carreira.

“É incrível estar aqui de novo. Dois anos atrás eu pensei que seria a última vez, vencer a Copa América [com a seleção da Argentina] foi a chave”, disse Messi no Theatre du Chatelet em Paris.

“Foi um ano especial para mim com este título da Copa América. Significou muito ganhar no estádio do Maracanã e fiquei muito feliz em comemorar com o povo argentino”, acrescentou.

“Não sei se é o melhor ano da minha vida, tenho uma longa carreira, mas foi especial com o título com a Argentina após tempos difíceis e críticas”, declarou o jogador.

Messi, que chegou ao PSG (França) em uma transferência livre no início da temporada, conseguiu 613 pontos, com Lewandowski, do Bayern de Munique (Alemanha), escolhido melhor atacante na segunda-feira, chegando a 580.

Jorginho, que venceu a Liga dos Campeões da Europa com o Chelsea (Inglaterra) e a Eurocopa com a Itália, terminou com 460, à frente dos franceses Karim Benzema e Ngolo Kanté, respectivamente quarto e quinto.

Comunhao-Alexia-Putellas
Alexia Putellas. Foto: Reprodução/ Agência Brasil

Entre as mulheres a grande vencedora foi a atacante espanhola Alexia Putellas, do Barcelona (Espanha).

Já o italiano Gianluigi Donnarumma conquistou o Troféu Yashin de 2021, de melhor goleiro da última temporada.

FONTE: https://comunhao.com.br/messi-amplia-recorde-e-ganha-7a-bola-de-ouro-da-carreira/

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Bolsonaro se filia ao PL, partido do Centrão e faz discurso com ataques a Lula e Moro

  Presidente discursou para apoiadores e disse que está "se sentindo em casa" no novo partido

Presidente Jair Bolsonaro, durante evento de filiação no PL, em Brasília

Foto: Pedro Ladeira/Folhapress


O presidente Jair Bolsonaro se filiou ao PL na manhã desta terça-feira (30), em um evento com ministros, governadores, dirigentes partidários, parlamentares e muita aglomeração em meio à pandemia do coronavírus. Seu discurso foi de gestos a parlamentares e de ataques à esquerda.

"Nós tiramos o Brasil da esquerda, nós todos tiramos. Olha para onde estávamos indo", disse o mandatário para a plateia, citando a Venezuela. "As cores verde e amarela [estão agora] predominando sobre o vermelho. Nós conseguimos fazer brotar o sentimento de patriotismo."​

Ao seu lado no evento estavam dirigentes do centrão, que foram base e integraram o primeiro escalão dos governos petistas. O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, por exemplo, foi preso e condenado no escândalo do mensalão, revelado ainda no primeiro mandato de Lula, em 2005.

O discurso de Valdemar antecedeu o do presidente. Nele, ressaltou os programas sociais do governo, como o Auxílio Brasil. "Senhor presidente, temos a noção exata da nossa responsabilidade ao empunhar as bandeiras de sua obra à frente de um governo que nunca de intimidou", disse.

Já o mandatário acenou aos partidos do centrão e citou nominalmente os dirigentes do PP e do Republicanos, Ciro Nogueira e Marcos Pereira, respectivamente, que estavam na plateia. Os três são as principais legendas que dão sustentação ao governo federal.

"Estou me sentindo aqui, Arthur Lira, em casa", declarou Bolsonaro. Presidente da Câmara, o deputado do PP é aliado do Planalto. "Pode ter certeza que nenhum partido será esquecido por nós. Não temos aqui a virtude de sermos o único certo, queremos, sim, compor nos estados."

Diante da plateia de políticos, muitos investigados pelo STF (Supremo Tribunal Federal), o chefe do Executivo atacou -sem mencionar nominalmente- o ministro Alexandre de Moraes, relator de inquéritos que miram o presidente e seus apoiadores.

"Alguns extrapolam aqui na região, na Praça dos Três Poderes. Mas essa pessoa vai ser enquadrada, vai se enquadrando, vai vendo que a maioria somos nós. Nós aqui, que temos votos, em especial, é que devemos conduzir o destino da nossa nação", disse Bolsonaro.

Neste contexto, o chefe do Executivo repetiu um discurso que tem adotado nos últimos meses. "Em 2023, quem for eleito indica mais dois nomes [para o STF], com o perfil mais pro lado de cá, mais conservador."

No evento, o discurso mais político e eleitoral coube ao filho do presidente Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), que também se filiou ao PL nesta terça.

O senador criticou o ex-ministro da Justiça e presidenciável do Podemos, Sergio Moro, chamando-o de traidor.

Flávio relembrou do episódio em que o então ministro divulgou conversa com a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), de quem foi padrinho de casamento, a respeito da troca no comando da Polícia Federal. "Juntos, vamos vencer o vírus, qualquer traidor e qualquer ladrão de nove dedos, pelo bem do Brasil", afirmou.

O filho senador do presidente atacou também os governos petistas -dos quais, parte da plateia apoiou no passado. "Ainda querem nos fazer crer que um ex-presidiário, preso por roubar o povo brasileiro, estará à frente [de Bolsonaro nas pesquisas]".

Em meio a uma possível quarta onda da Covid-19, com a descoberta da variante ômicron, o evento contou com mais de 200 pessoas, num local sem ventilação. Apenas autoridades puderam entrar no pequeno auditório reservado para a cerimônia com o presidente. Convidados e imprensa ficaram numa antessala.

O evento foi bastante diferente do lançamento do Aliança para o Brasil, partido que Bolsonaro tentou criar, mas não conseguiu. À época, a plateia estava repleta de apoiadores e discursos ideológicos. O tom da assinatura da ficha do presidente nesta terça-feira (30) foi assim como a plateia: político.

Apenas ao final, após assinar a ficha de filiação, Bolsonaro deixou o local e foi até um carro de som que estava posicionado em frente ao local onde ocorreu o evento e falou para uma plateia de menos de 100 pessoas.

Ainda que Bolsonaro quisesse uma filiação mais discreta, o quórum de ministros foi alto. Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), entre outros, devem se filiar ao PL.

Ministros mais ideológicos como Damares Alves (Direitos Humanos), Braga Netto (Defesa) e Augusto Heleno (GSI) não participaram da cerimônia.

Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) também prestigiou a cerimônia no PL, mas, quando questionado sobre sua filiação, disse que "agora não". O ministro é a aposta de Bolsonaro para a disputa ao Governo de São Paulo.

"É uma esperança para o nosso querido estado de São Paulo", disse Bolsonaro no discurso. "Quero deixar bem claro que eu e Valdemar não seremos as pessoas que vão decidir tudo sozinho. Em grande parte, vai passar por vocês. Queremos compor."
 

Filho do presidente, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) disse "acreditar" que deve se filiar ao PL também, mas afirmou que é preciso "conversar ainda". Mais ideológico que o irmão Flávio, o deputado foi questionado sobre as antigas críticas ao centrão, sobre se elas se mantêm agora.

"O presidente tem que governar com o Congresso que tá aí. Tem uma entrevista dele em em 2017 para a Jovem Pan que ele fala exatamente isso. Ele não é um ditador. O Congresso, quem escolhe não é o presidente, é a população", disse.

"Mas eu estou feliz sim de estar no PL, que é um partido grande, tem um tempo de televisão, tem uma estrutura, e está nos recebendo de braços abertos. Tem tudo para dar certo sim", completou Eduardo.

O líder do PL na Câmara, Wellington Roberto (PL-PB), acredita que a bancada deve chegar a 70 deputados, até o final da Legislatura, com a entrada de Bolsonaro.

Além dos parlamentares do PSL que devem migrar com o presidente, há outros seis, segundo o deputado, que estão com processo na Justiça Eleitoral para entrar na sigla.

Flávio Bolsonaro comentou antes do evento os planos do partido para palanques regionais. Segundo ele, o cenário está encaminhado para que Tarcísio se filie e saia candidato ao Governo de São Paulo. "Ele está numa função chave do projeto de resgatar o país junto com o Bolsonaro", disse.

Flávio confirmou que Ricardo Salles, ex-ministro do Meio Ambiente, também deve sair candidato ao Senado pelo estado.

Já em Goiás, Flávio disse ser necessário ter mais conversas antes que se bata o martelo para lançar o líder do PSL na Câmara, Major Vitor Hugo (GO), ao governo, como quer uma ala de apoiadores de Bolsonaro.

Ao assinar a ficha do PL nesta terça, o chefe do Executivo encerrou uma novela partidária de idas e vindas, "casamentos", como costuma dizer, entre o partido de Valdemar e o PP de Ciro Nogueira (Casa Civil) e Arthur Lira, presidente da Câmara.

Bolsonaro chegou a dizer que estava 99% fechado com o PL, depois adiou a filiação, que ocorreria no último dia 22.

Agora, o mandatário decidiu migrar para o partido de Valdemar por acreditar que, sem isso, o PL teria mais chances de desembarcar no ano que vem e bandear para a campanha petista. Bolsonaro estava havia mais de dois anos sem partido, desde que deixou o PSL, pelo qual foi eleito.

De acordo com auxiliares palacianos, a estratégia do presidente é reeditar, ao menos em parte, o mapa de votação da última disputa, garantindo vitória no eixo Sul-Sudeste e no Centro-Oeste.

A leitura no entorno de Bolsonaro é a de que não é possível ganhar no Nordeste contra Lula, mas que o Auxílio Brasil, sucessor do Bolsa Família, e outros programas sociais, como o vale-gás, podem ajudar a diminuir a rejeição. De acordo com um aliado, a ideia é diminuir o placar de 7 a 1 para 2 a 1.

Para acertar a negociação com o PL, Bolsonaro demandou a prerrogativa de escolher candidatos em estados-chave e de vetar alianças com partidos de esquerda.

As principais divergências se deram a respeito de São Paulo, onde o partido estava apalavrado com o PSDB para apoiar Rodrigo Garcia, vice-governador e pré-candidato ao governo em 2022.

Auxiliares do presidente chegaram a fazer um movimento para que Garcia pudesse ser candidato de Bolsonaro no estado, mas isso só seria possível se João Doria não tivesse ganhado as prévias do partido. De toda forma, a negociação não foi adiante.


Fonte: FOLHAPRESS

UAUÁ: Rodrigo de Zé Mário é reeleito presidente da Câmara, para o biênio 2023/2024; confira a composição da nova mesa

 Todos os 11 vereadores estiveram presentes. Foram 08 votos a favor e 03 abstenções em chapa única.

(Foto: Reprodução/ Portal UauáWeb)


A nova composição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Uauá para o biênio 2023/2024 foi definida em votação na manhã desta quarta-feira, 01. Rodrigo de Zé Mário (PDT) foi reeleito presidente da casa em chapa única, todos os 11 vereadores estiveram presentes na eleição. 
Foram 08 votos a favor e 03 abstenções. Ou seja, Rodrigo, continuará sendo presidente da Câmara de Uauá pelos próximos dois anos, é a terceira vez em sua vida política que Rodrigo é conduzido a presidência da casa legislativa.

Confira abaixo a nova composição da mesa diretora:
Presidente: Rodrigo de Zé Mário
Vice-presidente: Genilson de Zé Gordo
1° secretário: Bruno Lima
2° secretário: Zé Antônio


ABAIXO FOTOS REGISTRADAS POR TAYRAN CDS:




REDAÇÃO: WWW.UAUAWEB.COM.BR

terça-feira, 30 de novembro de 2021

Bahia registra 898 novos casos de Covid-19 e mais 12 óbitos pela doença

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 898 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,07%) e 597 recuperados (+0,05%). O boletim epidemiológico desta terça-feira (30) também registra 12 óbitos. Dos 1.260.341 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.229.735 já são considerados recuperados, 3.297 encontram-se ativos e 27.309 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.633.476 casos descartados e 254.090 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça. Na Bahia, 52.546 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Por conta de uma atualização no sistema do Ministério da Saúde de envio de dados da vacinação, apenas 247 dos 417 municípios baianos fizeram o carregamento das informações relativas ao público vacinado. Desta forma, os números apresentados no vacinômetro correspondem apenas ao totalizado por estes municípios, dando a impressão de queda na cobertura vacinal.

Outra mudança ocorrida na consolidação das informações é que a vacina do fabricante Janssen, antes considerada como dose única, passou a ser contabilizada como vacina de duas doses.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas.

Até o domingo (21), quando tivemos a última atualização com os 417 municípios baianos, 10.952.306 de pessoas tinham sido vacinadas contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose. Esse dado representa 86,02% da população com 12 anos ou mais, estimada em 12.732.254.


Uauá registrou, no dia (29) de novembro, o 53º óbito por Coronavírus

 Foto reprodução/UauáWeb

O município de Uauá registrou, na última segunda-feira (29), mais uma morte por Covid-19 contabilizando a quinquagésima terceira morte por Coronavírus. A prefeitura do município confirmou a informação através de boletim epidemiológico em seus Storys no Facebook. A gestão municipal não divulgou o nome da vítima, nem a região do município onde residia.

Por motivos de força maior não iremos por a foto de quem se trata, em respeito aos familiares. Infelizmente mais uma notícia triste vinda da Capital do Bode.

 Uauá agora contabiliza; 3.150 casos confirmados de Covid-19, sendo que 3.091 já obtiveram a cura clínica, 06 ainda estão ativos, os suspeitos são 21 e 53 óbitos.


REDAÇÃO: WWW.UAUAWEB.COM.BR

POYNTNET - Provedor de Qualidade

PRÓ-SAÚDE - CLÍNICA MÉDICA EM UAUÁ

PAX UAUÁ

INSERT DIGITAL

Grupo Santa Bárbara