Portal UauáWeb - Notícias em ação!

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Integrantes de terreiro acusam PMs de invadir templo, disparar tiros e prender ogã

Após ação policial, membros iniciaram campanha de financiamento online; PM diz que vai apurar o caso

(Reprodução)

Ao suspeitar que traficantes estivessem escondidos no Terreiro Ilê Axé Torrun Gunan, em Fazenda Coutos, policiais militares das Rondas Especiais (Rondesp) e do Pelotão Especial (Peto), invadiram o espaço e atirando quatro vezes contra a casa, segundo afirma membros do terreiro. Na ação, os membros também informaram que um ogã chegou a ser detido sob a acusação de desacato policial. O caso aconteceu no último sábado (27), mas só foi confirmado pela polícia nesta terça-feira (30).

Um ogã do terreiro foi detido após questionar para um policial que acusava membros do local de dar proteção aos traficantes da região. Ele ainda informou que sofreu agressão desse policial. A prisão do ogã aconteceu após revista policial.  Ele teria sido levado até o camburão de uma das viaturas e, em seguida, encaminhado até a 8ª Delegacia (CIA/Simões Filho), sob a acusação de desacato policial e resistência à prisão.

Campanha

Para se precaverem, os membros do terreiro divulgaram uma campanha online de financiamento para construção de muros e implantação de um portão.

A Polícia Militar se pronunciou sobre o caso e abriu sindicância para apurar a situação. Disse, ainda, que as equipes foram atender uma diligência de um morador da região que teria sido expulso de casa por traficantes.

0 comentários:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Os comentários escritos abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso Portal. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Pizzaria Brasiliana - qualidade marcante, sabor dominante!

INSERT DIGITAL

PRÓ-SAÚDE - CLÍNICA MÉDICA EM UAUÁ

Grupo Santa Bárbara

POYNTNET - Provedor de Qualidade

PAX UAUÁ