Portal UauáWeb - Notícias em ação!

quarta-feira, 23 de maio de 2018

TRF4 determina a prisão de Delúbio Soares

O político teve o último recurso negado pela segunda instância
TRF4 determina a prisão de Delúbio Soares
Foto: Agência Brasil


A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou nesta quarta-feira (23) o último recurso do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares. A sentença confirmada é de seis anos de prisão, inicial em regime fechado. Ele é um dos acusados de esquema de lavagem de dinheiro por meio de empréstimo fraudulento. 



Além de Delúbio, foram negados os embargos de Enivaldo Quadrado, acusado de ser operador do esquema, do economista Luiz Carlos Casante e do empresário Natalino Bertin.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), o empréstimo, de R$12 milhões, teria sido realizado pelo pecuarista José Carlos Bumlai em nome do PT. A suspeita é de que o pagamento teria ocorrido mediante extorsão.

Ao julgar o processo, o TRF4 aumentou a pena dos envolvidos, proferida inicialmente pelo juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. As penas ficaram fixadas da seguinte forma:


- Delúbio Soares de Castro: lavagem de dinheiro. A pena passou de 5 anos para 6 anos de reclusão, em regime inicial fechado;

- Luiz Carlos Casante: lavagem de dinheiro. A pena passou de 4 anos e 6 meses para 5 anos de reclusão, em regime inicial fechado;

- Ronan Maria Pinto: lavagem de dinheiro. A pena foi mantida em 5 anos de reclusão em regime inicial fechado;
- Enivaldo Quadrado: lavagem de dinheiro. A pena passou de 5 anos para 6 anos de reclusão em regime inicial fechado;
- Natalino Bertin: lavagem de dinheiro. A pena passou de 4 anos para 4 anos e dois meses de reclusão, em regime inicial semi-aberto.

Mensalão
Delúbio já havia sido condenado anteriormente no esquema conhecido como Mensalão pelos crimes de formação de quadrilha e corrupção ativa. Somada, a sentença chegou a oito anos e 11 meses, iniciada em regime fechado e progredida para o semi-aberto em 2013. De acordo com a investigação, o ex-tesoureiro gerenciava os valores das propinas pagas no Legislativo. 

FONTE: http://www.destakjornal.com.br/brasil/politica/detalhe/trf4-determina-a-prisao-de-delubio-soares

0 comentários:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Os comentários escritos abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso Portal. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Pizzaria Brasiliana - qualidade marcante, sabor dominante!

INSERT DIGITAL

PRÓ-SAÚDE - CLÍNICA MÉDICA EM UAUÁ

Grupo Santa Bárbara

POYNTNET - Provedor de Qualidade

PAX UAUÁ