Portal UauáWeb - Notícias em ação!

domingo, 30 de maio de 2021

Protestos contra Bolsonaro e por vacinação se espalham pelo Brasil, em plena pandemia

 Atos tomaram a Esplanada dos Ministérios e ruas de diversas cidades e capitais do Brasil

Atos tomaram a Esplanada dos Ministérios e ruas de diversas cidades e capitais do Brasil

Sob o argumento de que foram às ruas em plena pandemia contra um governo que estaria sendo mais letal que a covid-19, milhares de manifestantes protestaram neste sábado (29) contra o presidente Jair Bolsonaro, exigindo o avanço da vacinação contra o novo coronavírus, que já matou 459 mil brasileiros. Os protestos tomaram a Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF), e ruas de diversas cidades e capitais do Brasil, e também em Londres. Exibindo bandeiras de movimentos de esquerda e com palavras de ordem como “Fora Bolsonaro” e xingamentos de “genocida” direcionados ao presidente da República, os protestos foram marcados pelo constante apelo para que os manifestantes mantivessem o uso máscaras, e o distanciamento social. O que não evitou momentos de aglomerações que contrariam medidas de combate à transmissão da covid-19. Além do impeachment de Bolsonaro e demandas pelo combate à pandemia, as manifestações também defenderam o pagamento de R$ 600 de auxílio emergencial e verbas para universidades públicas.

Em Brasília, foi inflado um boneco representando Bolsonaro, caracterizado com um bigode similar ao do líder nazista alemão Adolph Hitler e com as mãos sujas de sangue. No Rio de Janeiro, que viveu há uma semana uma “motocada” pró-Bolsonaro, manifestantes ocuparam as ruas do Centro, conclamando por pressão popular para que a CPI da Pandemia avance no Senado e derrube o presidente da República. Na capital Fluminense, foi erguido um boneco do ex-presidente Lula (PT), com a inscrição “Lula livre” em sua faixa presidencial.

No Recife (PE), a tropa de Choque da Polícia Militar reprimiu com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha os manifestantes. Houve prisões e ao menos um manifestante ferido no olho. O governo de Paulo Câmara (PSB) negou ter ordenado a ação de repressão da PM pernambucana. Também foram registrados protestos em Belo Horizonte (MG), Maceió (AL), Aracaju (SE), São Luís (MA), Salvador (BA), Porto Velho (RO), Florianópolis (SC), Campinas (SP), Petrolina (PE), Uberlândia (MG), Ouro Preto (MG), entre outras cidades. Veja algumas das manifestações:No Recife (PE), a tropa de Choque da Polícia Militar reprimiu com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha os manifestantes. Houve prisões e ao menos um manifestante ferido no olho. O governo de Paulo Câmara (PSB) negou ter ordenado a ação de repressão da PM pernambucana. Também foram registrados protestos em Belo Horizonte (MG), Maceió (AL), Aracaju (SE), São Luís (MA), Salvador (BA), Porto Velho (RO), Florianópolis (SC), Campinas (SP), Petrolina (PE), Uberlândia (MG), Ouro Preto (MG), entre outras cidades. Veja algumas das manifestações:
Protesto contra Jair Bolsonaro, na Avenida Fernandes Lima, em Maceió (AL). Foto: Redes Sociais
Manifestantes em ato contra Jair Bolsonaro, em Ouro Preto (MG). Foto: Fábio Rocha/Via UJS
Manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro, no Centro do Rio de Janeiro (RJ) Foto: Reprodução Redes Sociais
FONTE:https://diariodopoder.com.br/brasil-e-regioes/protestos-contra-bolsonaro-e-por-vacinacao-se-espalham-pelo-brasil-em-plena-pandemia

0 comentários:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Os comentários escritos abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso Portal. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

INSERT DIGITAL

PRÓ-SAÚDE - CLÍNICA MÉDICA EM UAUÁ

Grupo Santa Bárbara

POYNTNET - Provedor de Qualidade

PAX UAUÁ