Portal UauáWeb - Notícias em ação!

sábado, 18 de novembro de 2017

'Frustrado sexualmente', adolescente de 14 anos estupra e mata galinha

(Foto: Reprodução)

Um adolescente de apenas 14 anos é suspeito de estuprar e matar uma galinha em Jalalpur Bhattian, no Paquistão. As autoridades do município acompanharam o caso e afirmaram a morte do animal em decorrência do abuso sexual.

A polícia ainda afirma que o jovem teria usado de perversidade para com o animal, a enforcando durante todo o momento, enquanto satisfazia os seus desejos. O caso ganhou destaque mundial nas redes sociais, principalmente após ser divulgado no portal inglês The Sun:

Imagem: Reprodução

A polícia conseguiu encontrar o menor acusado e ao interrogá-lo, o mesmo acabou confessando a autoria do crime. Os policiais ainda o perguntaram do porquê tal ato contra um animal indefeso, no que alegou que teria praticado apenas porque se sentia um jovem “frustrado sexualmente”.

Duas pessoas testemunharam o ato praticado por Jalalpur Bhattian, onde afirmam que o mesmo estava dentro do galinheiro do vizinho, tentando penetrar seu pênis no órgão genital da galinha.

Mesmo estando morta, a galinha foi encaminhada a um centro veterinário, onde passou por exames, que constatou que a mesma havia sido estuprada. As autoridades paquistanesas também confirmaram que a morte da galinha veio em decorrência das lesões físicas que sofreu após ser abusada sexualmente. O jovem teria praticado o ato e logo em seguida desferido socos e chutes contra a mesma.

Fonte: http://www.diarioonline.com.br/tedoide/bizarro/noticia-466481-frustrado-sexualmente-adolescente-de-14-anos-estupra-e-mata-galinha.html?v=767

0 comentários:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Os comentários escritos abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso Portal. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Pizzaria Brasiliana - qualidade marcante, sabor dominante!

INSERT DIGITAL

PRÓ-SAÚDE - CLÍNICA MÉDICA EM UAUÁ

Grupo Santa Bárbara

POYNTNET - Provedor de Qualidade

PAX UAUÁ