Portal UauáWeb - Notícias em ação!

quinta-feira, 28 de abril de 2022

Homem acusado de estupro em Ubatã, mesmo foragido diz "que tudo aconteceu após prometer trocar tela de celular de jovem de 17 anos"

 

 A Polícia Civil iniciou as investigações de um caso de estupro de 12 anos ocorrido no município de Ubatã. O suspeito do crime é um fotógrafo que já cumpriu pena pelo mesmo crime no Conjunto Penal de Itabuna.

 No último sábado (23), após a adolescente confidenciar a familiares o abuso, a Polícia Militar foi acionada e foi à residência do suspeito, mas não o encontrou.

 Nesta segunda-feira (25) familiares registraram um boletim de ocorrência na Delegacia Territorial de Ubatã, que, conforme apurou o Ubatã Notícias, já iniciou a oitiva de testemunhas e também de outras vítimas e o processo deve correr em segredo de Justiça.

 O suspeito se defendeu em entrevista exclusiva ao Jornal das Seis da Ubatã Fm, Jornal apresentado pelo Radialista Mateus Oliver na noite desta quarta-feira (27).

 O ex detento afirmou durante sua fala, que tudo começou cerca de cinco dias antes do ocorrido, quando na época uma outra adolescente de 17 anos pediu-lhe que pagasse por uma tela de celular em troca de sexo oral e que o acusado negou-lhe a proposta, oferecendo a jovem outro tipo de relação, (sexo), que a menor por sua vez negou-lhe a invertida apresentando a opção de uma colega pagar pelo serviço.

 Ainda de acordo com a declaração do acusado, a jovem de 17 anos voltou a residência dele com a outra menor e até então suposta vítima que tem aproximadamente 12 anos de Idade e afirmando ao suspeito que esta segunda cederia aos caprichos do mesmo, inclusive baixando parte da roupa da amiga mostrando as partes íntimas ao fotógrafo.

 Perguntado se ele teria interesse em praticar algum tipo de aproximação física com a garota de 12 anos, o suspeito afirmou que sim, mas que não consumou devido a garota alegar que estava com pressa no momento.

 O suposto autor do ato libidinoso, que está foragido da cidade por receio das represálias e sendo investigado pela segunda vez pelo crime de abuso sexual contra menores afirmou, que realmente tinha a intenção de tocar na garota mas negou ter consumado o delito devido a pressa apresentada pela garota no momento.

 Segundo o acusado, após alguns dias aguardando a tela do aparelho ser trocada, sem sucesso, a jovem de 17 anos ficou irritada e convenceu a menor de apenas 12 anos a contar para a mãe o acontecido, o que segundo ele, foi feito e provocou-lhe quase sua prisão no último sábado.

 Apesar de está sendo apenas investigado pela Polícia Civil pelo suposto crime em evidência, o suspeito já responde a um primeiro crime de mesma natureza em liberdade desde que foi preso entre os anos 1998 e 2000, ganhando liberdade condicionada a uma assinatura de dois em dois meses até que a pena seja totalmente paga a justiça.

 O ex presidiário, disse ainda que por receio das consequências dentro de uma carceragem, caso seja pedida a sua prisão preventiva, prefere continuar foragido do que voltar a custódia. "Passei anos sofrendo, foi terrível e não vou me entregar a essa situação novamente; não estou no coração de ninguém e por receio do que possa acontecer comigo dentro da cadeia prefiro continuar foragido" concluiu.

Fonte: https://mateusoliverreporter.blogspot.com/2022/04/homem-acusado-de-estupro-em-ubata-mesmo.html?m=1

0 comments:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Os comentários escritos abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso Portal. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

POYNTNET - Provedor de Qualidade

PRÓ-SAÚDE - CLÍNICA MÉDICA EM UAUÁ

PAX UAUÁ

INSERT DIGITAL

Grupo Santa Bárbara